Keté-keté e o peito de minha mãe

00:00 / 01:04

O cheiro é de leite de peito de mãe, que ele sentia toda noite durante anos, já que sua mãe vivera sempre grávida ou amamentando.

Seu momento preferido no dia era quando ele deitava nesse peito e ganhava o cafuné mais precioso do mundo, tão especial que tem até nome próprio: keté-keté.

Da riqueza de momentos e histórias que Jura me contou, as passagens que mais tocaram meu coração foram as que diziam de sua relação com a mãe.

Aqui, a tentativa foi a de traduzir esse peito que alimenta e acolhe, e o movimento do keté-keté, acarinhando cabeça e coração.

Acabei por realizar duas versões desta estampa e não pude escolher qual amei mais, então, encerramos com ambas.

Obra

A inspiração

Jura
do Pote

passadeira-jura-do-pote-destaque.png

Impressão 1: Tintas de índigo e de terra branca brilhante, pinceladas e impressas em Blockprinting de cedro rosa sobre tecido de composição 100% algodão (lonita).

Dimensões: 69x35cm

Impressão 2: Tintas de índigo, cúrcuma e terra amarela, de tanino e terra arroxeada e de terra branca brilhante, pinceladas e impressas em Blockprinting de cedro rosa sobre tecido de composição 100% algodão (lonita).

Dimensões: 68x43cm

Informações Técnicas

Livro de Comentários

Outras Obras

passadeira-logo.png
aqui_trem_poesia_regua_logos_2021.png